O conceito de caminhabilidade leva em consideração a acessibilidade no ambiente urbano e mensura a facilidade que as pessoas têm de se deslocar, propondo um modelo de cidade mais sustentável.

Deslocar-se a pé na cidade é, essencialmente, apropriar-se do espaço por onde se passa. É estar no ambiente urbano de forma ativa, percebendo a cidade e seus detalhes. Nesse sentido, as condições do caminho a ser percorrido, e a percepção que temos do ato de caminhar, estão intimamente ligados à qualidade das calçadas.

Para discutir o tema, o painel Diálogos da Cidade, convida Matilde da Costa, arquiteta e urbanista, coordenadora da Comissão Permamente de Calçadas de São Paulo e membro do Conselho de Preservação do Patrimônio Histórico e Ambiental. Matilde abordará o Programa Calçada Nova da Prefeitura de São Paulo e com as calçadas favorecem as interações sociais e valorizam o ambiente urbano

O painel conta também com a participação de Mauro Calliari, administrador de empresas, doutorando em História do Urbanismo na FAU-USP, com uma pesquisa voltada à relação do pedestre com a cidade.

Mauro é autor do blog Caminhadas Urbanas no Estadão, que procura trazer o ponto de vista de quem anda na cidade para a discussão das políticas públicas. No encontro, Mauro abordará como a caminhabilidade pode envolver a necessidade de ir do ponto A ao ponto B com segurança e a importância para que esse percurso possa ser prazeroso e interessante.

A moderação do painel é de Regina Monteiro, arquiteta e urbanista, idealizadora da Lei Cidade Limpa, superintendente da Paisagem Urbana da cidade de São Paulo e presidente da Comissão de Proteção à Paisagem Urbana de São Paulo (CPPU).

Realização e.m projects, empresa que atua na gestão de projetos socioculturais e investimento social privado.

Quando: 22 de Junho, às 10:30 horas
Onde: auditório Unibes Cultural, Rua Oscar Freire, 2500 (ao lado da estação Sumaré do metrô)

Painel “Diálogos da Cidade”discute caminhabilidade e paisagem urbana

Compartilhe este conteúdo: